Dicionário Busológico – Letra A

  • ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas: É o órgão responsável pela normalização técnica no Brasil, fornecendo a base necessária ao desenvolvimento tecnológico brasileiro. Trata-se de uma entidade privada e sem fins lucrativos fundada em 1940.
  • Abrigo Estrutura de pequeno porte, instalada nos pontos de parada do transporte público, para proteção aos passageiros. (ANTT, 2009)
  • Abrigo de ônibus Equipamento instalado em ponto de parada de coletivos, fora do terminal de embarque e desembarque, que propicia ao usuário proteção nas intempéries. (BARBOSA, 2015)
  • ABS Sistema computadorizado que mantém as rodas rolando próximas do travamento, mesmo sob fortes aplicações do pedal de freio pelo motorista, ajudando a manter o veículo sob controle durante frenagens severas, principalmente em pistas escorregadias. (BARBOSA, 2015)
  • AC Sigla de Ar-Condicionado.
  • Acessibilidade Facilidade de viagem entre duas ou mais áreas, em termos de distância, tempo e custo. (ANTT, 2009)
  • Acessibilidade Integral – Grau de interconexão de determinado ponto com um conjunto de pontos determinados da mesma área (somatório das acessibilidades mútuas a partir de certo ponto). (ANTT, 2009)
  • Acessibilidade Mútua – Grau de conexão ou vinculação entre dois locais de uma mesma área. (ANTT, 2009)
  • Acessibilidade Universal – Ônibus dotado de acesso fácil ao seu interior. Não possui degraus (como mostra Figura 1.01), o piso é ao nível da calçada em 3 situações: piso baixo dianteiro, piso baixo central ou piso baixo traseiro.

Acessibilidade Universal
Figura 1.01 – Porta de entrada de ônibus com piso baixo.
Fonte: foto feita por César Mattos.

  • Acidente – Todo acontecimento anormal que quebre a regularidade e a normalidade na prestação do serviço e cause danos a terceiros de natureza pessoal ou material. (ANTT, 2009)
  • Acrílico – O polimetilmetacrilato, cuja sigla é PMMA, é mais conhecido comercialmente como acrílico, sendo um polímero de adição com transparência cristalina e muita resistência. O PMMA é mais conhecido por acrílico ou plexiglass (ou ainda por lercite) e sua massa molar média varia entre 500 000 g/mol e 1 000 000 g/mol. O acrílico é um dos polímeros plásticos mais modernos e com maior qualidade do mercado, pois apresenta alta resistência a agentes atmosféricos, à radiação UV (proteção natural de 98%), ao ataque de produtos químicos, à tensão, ao impacto e ao risco. (Jennifer Rocha Vargas Fogaça – UOL Química, 2015)
    O acrílico é bastante usado em capelas de itinerário, proteção de letreiros digitais de DOTS e muitas vezes na substituição de vidros em janelas e portas do coletivo.
  • Adesivado – Qualidade de ônibus que usa adesivo ao invés de pintura; Adesivo plotter/plotter de recorte.
  • Afogador – Disco metálico que limita a entrada de ar no carburador, permitindo uma mistura mais rica para se dar partida no motor quando frio; dispositivo que permite enriquecer a mistura do ar e combustível no carburador. (BARBOSA, 2015)
  • Aftercooler – Em compressores de dois estágios com resfriador intermediário (intercooler), boa parte da umidade é retirada. Porém, o ar é descarregado na linha a uma temperatura ainda elevada, devendo passar por um resfriador posterior, conhecido como aftercooler. Este é um trocador de calor de resfriamento que deve ser instalado após o compressor para a obtenção de uma melhor temperatura. A maior parcela de umidade contida no ar condensa nesses dois resfriadores, sendo eliminada, preferencialmente, por meio de separadores de umidade, instalados após o aftercooler e no tanque de armazenamento (pulmão).
  • Ágilis – Modelo de carroceria de micro ônibus da Ciferal.
  • Agrale – Fábrica de chassis e caminhões situada em Caxias do Sul/RS. A Agrale usa motores Cummins e MWM.
  • Águia – Modelo de carroceria de ônibus urbano da Thamco.
  • Alçapão – entrada e saída de ar com 3 posições diferentes quando aberto (como mostra Figura 1.02), situado no teto do ônibus. Também usado como saída de emergência.

Alçapão
Figura 1.02 – Alçapão fechado, seguido de 3 posições diferentes de abertura.
Fonte: foto feita por César Mattos.

  • Alienação – Transferência para outra pessoa de um bem ou direito, como, por exemplo, um veículo. (BARBOSA, 2015)
  • Alimentadora – Tipo de Linha de ônibus no qual faz a continuação de uma linha muito extensa. Também é usada para baldeação, ligação de terminais com integração à bairros vizinhos.
  • Alleanza – Modelo de carroceria de micro ônibus da Ciccobus. Tem dois modelos: Alleanza e Alleanza Plus.
  • Allegro [Alégro] – Modelo de carroceria de ônibus intermunicipal ou metropolitano da Marcopolo. Encontrado nas gerações 4, 5 e 6 dos urbanos Marcopolo. Na geração 4, tem uma grande semelhança com Torino G4 Intermunicipal (como mostra detalhe na Figura 1.03). Na geração 5 é o intermunicipal do Torino GV.

Allegro G4 x Torino G4 Intermunicipal
Figura 1.03 – Detalhe das diferenças: Allegro G4 (Esquerda) e Torino Intermunicipal (Direita).
Fonte: foto feita por César Mattos.

  • Alpha [Alfa] – Modelo de carroceria de ônibus urbano da Caio.
  • Alvará Instrumento expedido em favor de alguém, por autoridade administrativa ou judiciária, autorizando ou ordenando a prática de determinado ato. (BARBOSA, 2015)
  • Alvorada Padron Alvorada: Modelo de carroceria de ônibus urbano da Ciferal.
  • Alumínio – É um elemento químico. Sua leveza, condutividade elétrica, resistência à corrosão e baixo ponto de fusão lhe conferem uma multiplicidade de aplicações, especialmente nas soluções de engenharia aeronáutica. Entretanto, mesmo com o baixo custo para a sua reciclagem, o que aumenta sua vida útil e a estabilidade do seu valor, a elevada quantidade de energia necessária para a sua obtenção reduzem sobremaneira o seu campo de aplicação, além das implicações ecológicas negativas no rejeito dos subprodutos do processo de reciclagem, ou mesmo de produção do alumínio primário.
    É aplicado no chão do ônibus, chapa de alumínio lavrada em estruturas laminares que estão sujeitas a esforços em seu plano (Figura 1.04).

Piso de alumínio
Figura 1.04 – Piso interno (chão) de alumínio.
Fonte: foto feita por César Mattos.

  • Amélia – Modelo de carroceria de ônibus urbano da Caio.
  • Amortecedor – Qualquer dispositivo para amortecer vibrações, choques ou trepidação de veículos, máquinas, instrumentos, etc.; peça ajustada ao sistema de suspensão para amortecer a oscilação das molas nos veículos automotores. (BARBOSA, 2015, adaptado)
  • Andare – Modelo de carroceria de ônibus intermunicipal ou metropolitano da Marcopolo. Modelo Contíguo ao Allegro G6.
  • Anhanguera – Modelo de carroceria de ônibus rodoviário da Condor.
  • Anjo da Guarda – Sistema que controla o giro do motor, a velocidade e outros dispositivos pré-configurados para o funcionamento do aparelho (Figura 1.05). Fabricado pela mesma empresa que faz itinerários eletrônicos da marca FRT.

Anjo da Guarda
Figura 1.05 – Anjo da Guarda instalado no painel do coletivo.
Fonte: foto feita por César Mattos.

  • ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres: Atua na regulação e fiscalização de transportes nos ramos rodoviário, ferroviário e dutoviário do Brasil. A ANTT foi criada pela Lei nº 10.233, de 5 de junho de 2001 que dispõe sobre a reestruturação dos transportes aquaviário e terrestre, cria o Conselho Nacional de Integração de Políticas de Transporte, a Agência Nacional de Transportes Terrestres, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários e o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes, e dá outras providências. A ANTT absorveu dentre outras, as competências relativas a concessões do extinto DNER.
  • Apache – Modelo de carroceria de ônibus urbano da Caio. Encontrado em modelo rodoviário dos anos 80. Nos anos 90 já são criadas novos modelos de ônibus urbano: Apache S21 e Apache Vip. Nos anos 2000 foi lançado o Apache S22. O S significa Século: Apache Século 21, Apache Século 22. Apache Vip e Apache S21 tem versões SC (Apache Vip) e STD (Apache S21) – respectivamente – e normal. A diferença de um SC/STD para o normal está na altura e no friso das janelas.

Apache Vip SC x Apache Vip
Figura 1.06 – Detalhe da diferença visual entre: Apache Vip SC (Esquerda) e Apache Vip (Direita).
Fonte: foto feita por César Mattos.

  • APD APD – Adaptado Para Deficientes: Ônibus adaptado com elevador (Figura 1.07) para cadeira de rodas, dotado de Acessibilidade Universal ou cumprindo as normas e pré-requisitos da ABNT NBR 14022 e NBR 15320. Os veículos possuem o SIA – Símbolo Internacional de Acessibilidade. Outras siglas: APDF, DF, PPD.

Elevador APD
Figura 1.07 – Elevador instalado no coletivo urbano (Esquerda) e elevador em exposição (Direita).
Fonte: foto feita por César Mattos.

  • Apoio – Carro apoio, veículo adaptado para prestar socorro a algum ônibus que dá algum problema mecânico em trânsito.
  • Apoio de pé – descanso. Suporte para fixar as pernas e os pés em cada poltrona, nos modelos rodoviários.
  • Aquaplanagem – Derrapagem e perda de dirigibilidade do veículo, em função da perda de aderência ocasionada pela existência de uma película de água entre o solo e os pneus. (BARBOSA, 2015)
  • AR – Abreviação de Ar Condicionado.
  • Ar CondicionadoÉ o processo de tratamento de ar destinado a controlar simultaneamente a temperatura, a umidade, a pureza e a distribuição de ar de dentro do veículo. O Ar-Condicionado também tem a opção de ventilação, que simplesmente renova o ar do interior do veículo. Existem duas opções de Ar Condicionado em ônibus e micro ônibus: Ar de teto e Ar adaptado. O Ar de teto usa o aparelho no teto do ônibus para o lado de fora (Figura 1.09) e o Ar adaptado usa o ar adaptado no interior do veículo com exaustor na parte inferior do piso (Figura 1.08). Nos ônibus mais antigos, o Ar Condicionado ficava na parte traseira superior.
    Curiosidade: Ar Condicionado é com hífen ou sem hífen? Com hífen é o aparelho, sem hífen é o ar tratado que sai do aparelho.

Ar adaptado
Figura 1.08 – Exaustor – vista da parte de fora do veículo (Esquerda) e aparelho interno (Direita).
Fonte: foto feita por César Mattos.

Ar de teto
Figura 1.09 – Aparelho no teto do veículo (Esquerda) compartimento para acessar o aparelho por dentro do veículo (Direita).
Fonte: foto feita por César Mattos.

  • Araguaia – Modelo de carroceria de ônibus rodoviário da Ciferal.
  • Arcolim – Carruagem pequena e leve de duas rodas, puxada por dois bois, com quatro pilares que sustentam um toldo. (BARBOSA, 2015)
  • Aritana – Modelo de carroceria de ônibus rodoviário da Caio.
  • Aro – Armação circular de metal, externa ou interna, das rodas de alguns veículos; sua função principal é manter as dimensões do pneu. (BARBOSA, 2015)
  • Arrendamento – É o contrato pelo qual alguém, pessoa física ou jurídica, que cede a outrem, por certo tempo e preço, o uso do veículo. (BARBOSA, 2015)
  • Articulado – Ônibus com dois vagões unidos por meio de uma articulação (Figura 1.10) popularmente chamada de sanfona; Minhocão. Quando tem duas articulações é chamado de BIARTICULADO.

Articulado
Figura 1.10 – Ônibus articulado: apenas uma articulação.
Fonte: foto feita por César Mattos.

  • Asirma Astrogildo & Irmão LTDA – Encarroçadora de ônibus extinta.
  • Assalto – Todo ato praticado contra veículos empregados na prestação do serviço de transporte interestadual ou internacional de passageiros com o objetivo de roubar ou furtar bens de propriedade dos passageiros ou dos tripulantes, com ou sem uso de armas e/ou violência. (ANTT, 2009)
  • Assento – Banco, Poltrona, objeto no qual são feitos para as pessoas sentarem dentro do coletivo (Figura 1.11).

Assento
Figura 1.11 – Assento estofado.
Fonte: foto feita por César Mattos.

  • Assoalho – Revestimento do chão interno do ônibus, pode ser revestido de chapa de alumínio lavrada, borracha ou taraflex.
  • Astor [Ástor] – Maxibus Astor: Modelo de carroceria de micro ônibus da Metalbus.
  • Athenas – Modelo de carroceria de micro ônibus da Uni-Buss.
  • Átilis – Modelo de carroceria de mini ônibus e furgão da Caio.
  • Attuale – Modelo de carroceria de micro ônibus da Refam. É encontrado em dois tipos: Attuale Bus e Attuale Gran.
  • Autocarro – Grande veículo automóvel de carroçaria envidraçada, dotado de bancos para o transporte coletivo de passageiros. (BARBOSA, 2015)
  • Autolotação – Automóvel que faz transporte coletivo de pessoas por preço pouco elevado para pontos determinados; o mesmo que lotação. (BARBOSA, 2015)
  • Autorização – Delegação ocasional, por prazo limitado ou viagem certa, para prestação de serviços de transporte em caráter emergencial ou especial. (ANTT, 2009)

ÍNDICE RÁPIDO – Letras: A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Algarismos: 0-9