ViaCircular Transporte Coletivo

 

ATENÇÃO: PÁGINA TEMPORÁRIA
EM PROCESSO DE FORMATAÇÃO

Mercedes-Benz OH-1622L

  • Uso: Ônibus urbano
  • Fabricação: De 2008 até 2012
  • Baumúster: 368104
  • Nível de emissões de gases: Euro 3 / Proconve P-5
  • Fonte dos dados: Mercedes-Benz do Brasil (Abril/2008)

Desenvolvido para aplicação urbana, o chassi OH-1622 L incorpora todas as vantagens da tecnologia Mercedes-Benz — é um veículo robusto e de alta durabilidade, próprio para as mais severas condições de trabalho. Indicado para operação nas linhas periféricas, alimentadoras, distribuidoras e nos percursos interbairros e bairro–centro, é um veículo ágil para o trânsito urbano e na aplicação rodoviária de curta distância e fretamento. O OH-1622 L foi dimensionado para suportar 16 toneladas e carroçarias até 11 metros de comprimento, apresentando alta qualidade e baixo custo operacional que podem superar todas as expectativas do frotista mais exigente. O motor com gerenciamento eletrônico OM-924 LA, de 210 cv, permite ao veículo um desempenho superior com economia e rentabilidade para o frotista. Assim, o OH-1622 L mostra-se o chassi ideal para operações que requerem um veículo de concepção avançada, além de contar com a garantia da marca líder em ônibus para o transporte de passageiros.

  • Modelo: Mercedes-Benz OM-924 LA – Conama Fase P-5/Euro III
  • Tipo: 4 cilindros verticais em linha, turbocooler
  • Potência máxima, conforme NBR ISO 1585: 155 kW (210cv) a 2200 rpm
  • Torque máximo, conforme NBR ISO 1585: 740 Nm (75,51 mkgf) de 1480 a 1600 rpm
  • Cilindrada total: 4.800 cm³
  • Consumo específico: 200 g/kWh (147 g/cvh) a 1480 rpm
  • Filtro de óleo – tipo: filtragem total, com elemento de papel
  • Filtro de ar – tipo: seco, com elemento de papel
  • Sistema de arrefecimento: por circulação de água, com termostato

 Unidade Injetora 

  • Modelo: DTC (Diesel Technology Company)
  • Tipo: 4 bicos individuais com controle eletrônico
  • Sistema de Injeção: direta, com gerenciamento eletrônico

 Compressor 

  • Acionamento: por engrenagens
  • Fluxo de trabalho: 670 l/min a 10 bar com 3000 rpm

  • Modelo: MB G 85-6/6,70 – 0,73
  • Acionamento: por meio de alavanca
  • Marchas sincronizadas: 6
  • Relação de transmissão: i=6,70 / 3,81 / 2,29 / 1,48 / 1,00 / 0,73 / marcha a ré: 6,29

  • Modelo: MF 395
  • Tipo: monodisco – seco
  • Acionamento: hidropneumático

  • Modelo: ZF 8097 Servocom
  • Tipo: hidráulica
  • Relação de redução: i(máx)=26,2:1

 Tensão nominal 

  • Capaciade: 24 V

 Alternador 

  • Capaciade: 28 V / 80 A

 Bateria 

  • Capaciade/tensão: 135 Ah / 2 x 12 V

 Eixo Dianteiro 

  • Modelo: MB VL 3/8 D-6,5
  • Tipo: punho

 Eixo Traseiro 

  • Modelo: MB HH 4/08 DL-10,5
  • Tipo: carcaça central com tubos de aço imprensados
  • Redução: i=5,875 (47:8)

 Suspensão Dianteira 

  • Tipo: pneumática com 2 bolsões de ar e batentes auxiliares externos, 1 válvula niveladora de altura
  • Amortecedores: 2, telescópicos de dupla ação
  • Barra estabilizadora tensora: sim

 Suspensão Traseira 

  • Tipo: pneumática com 4 bolsões de ar e batentes auxiliares interno e externo, 2 válvulas reguladoras de altura
  • Amortecedores: 2, telescópicos de dupla ação
  • Barra estabilizadora tensora: sim

  • Aros das rodas: 7,50 – 22,5
  • Pneumáticos: 275/80 R 22,5 (radiais, sem câmara)

  • Tipo: escada, rebitado
  • Material empregado: LNE 50 (ABNT NBR 6656)

 Freio de serviço 

  • Sistema: a ar comprimido de dois circuitos
  • Tipo: tambor nas rodas dianteiras e traseiras
  • Área de frenagem total: 5.509 cm²
  • Regulador automático de freio: sim

 Freio de estacionamento 

  • Tipo: câmara de mola acumuladora, acionada pneumaticamente, com atuação nas rodas traseiras

 Freio motor 

  • Tipo: borboleta no coletor de escapamento (convencional)
  • Acionamento: eletropneumático
  • Tipo: Top Brake (válvula localizada no cabeçote)
  • Acionamento: eletropneumático, válvula no assoalho conjugada com freio-motor convencional

 Em ordem de marcha, conforme NBR 6070 – Chassi para ônibus, sem carroçaria 

  • Eixo dianteiro: 908
  • Eixo traseiro: 4314
  • Total: 5222

 Pesos admissíveis / Valores autorizados – Peso Bruto Total (PBT) 

  • Eixo dianteiro: 5500
  • Eixo traseiro: 10500
  • Total: 16000

  • Tanque de combustível: 210 (plástico)
  • Óleo no cárter, máx./min.: 15/12
  • Caixa de mudanças: 9
  • Carcaça do diferencial (eixo traseiro): 11
  • Direção hidráulica: 3,5
  • Sistema de arrefecimento: 28

  • (A) Distância entre-eixos: 5250
  • (B) Comprimento total: 10475
  • (C) Balanço dianteiro: 2200
  • (D) Balanço traseiro: 3025
  • (E) Bitola – eixo dianteiro: 1971
  • (F) Bitola – eixo traseiro: 1861
  • (H) Largura: 2497
  • (M) Círculo de viragem de referência do veículo encarroçado, mØ: 20,5

  • Caixa de mudanças: MB G 85-6/6,70 – 0,73
  • Eixo traseiro: MB HH 4/08 DL-10,5
  • Redução: i=5,875 (47:8) / i=5,222 (47:9)
  • Pneus: 275/80 R 22,5
  • Velocidade máxima (km/h): 108 / 119
  • Capacidade máxima de subida com 16.000kg (%) (veículo em movimento): 37 / 32

  • Conjunto de roda e pneu reserva
  • Preparação para aquecimento
  • Redução do eixo traseiro i=5,222 (47:9)
  • Rodas de alumínio 7,50 – 22,5
  • Tacógrafo eletrônico com registro semanal para 1 motorista
  • Tanque de combustível de 300 litros (plástico)

  • Motor OM-924 LA – completamente eletrônico, com unidades injetoras individuais para cada cilindro, proporciona maior economia de combustível e possui alto torque em baixas rotações.
  • Top Brake – freio-motor auxiliar, garante uma potência adicional de frenagem de 30% conjugado com o sistema borboleta, proporcionando maior segurança nas operações e aumentando a vida útil dos freios, além de permitir menos trocas de marchas, economia de combustível e aumento da velocidade média em declives, o que, conseqüentemente, reduz o tempo de viagem.
  • Câmbio MB G 85-6/6,70 – 0,73 – câmbio com carcaça de alumínio, menor peso, possui 6 marchas com um novo escalonamento entre elas, proporcionando rotações mais baixas de operação de 1 a 6 marchas.
  • Painel de instrumentos eletrônico – possui diagnóstico on board, isto é, o painel contém um visor de cristal líquido, o qual, em forma de diagnóstico, informa a situação geral do veículo. O novo tacógrafo de gaveta propicia maior liberdade de instalação.
  • Luzes de aviso – controle de carga da bateria, luz alta dos faróis principais, luzes indicadoras de direção, de baixa pressão do óleo do motor, de baixo nível do líquido de arrefecimento, de freio de estacionamento acionado, de saturação do filtro de ar, de baixo nível do líquido de embreagem, de baixa pressão do sistema pneumático, de controle do sistema de aceleração eletrônico/módulos eletrônicos PLD e ADM e de alta temperatura do líquido de arrefecimento.
  • Central elétrica fuse box – proporciona ao encarroçador/cliente facilidade para acrescentar seus componentes, uma vez que o sistema é modular, possui tamanho reduzido e é de fácil aquisição no mercado.

 Giro do motor 

  • RPM corte min2470
  • RPM corte: 2720
  • RPM corte máx: 2780
  • RPM M L min: 550
  • RPM M L: 600
  • RPM M L máx: 800

 Índice de fumaça em aceleração livre (m-1

  • Altitudes até 350m: 0,85
  • Altitudes acima de 350m: 1,14

 Nível de ruídos 

  • Ruído dB (A) / Rotação (1/min) – Valor medido conforme NBR 9714: Não se aplica (Veículo isento de atendimento a limite de emissão de ruído conforme resolução Conama nº 17/95, art. 3º)

Função desabilitada

Menu