ViaCircular Transporte Coletivo

 

ATENÇÃO: PÁGINA TEMPORÁRIA
EM PROCESSO DE FORMATAÇÃO

Mercedes-Benz OH-1623LG

  • Uso: Ônibus urbano movido a GNV (gás natural veicular)
  • Fabricação: De 1998 até 2004
  • Baumúster: 382068 e 382069
  • Norma de emissões de gases: Conama 315/02
  • Fonte dos dados: Mercedes-Benz do Brasil (Maio/2004)

Por meio de um estudo orientado de combustíveis alternativos, a Mercedes-Benz desenvolveu o OH-1623 LG, um chassi para ônibus urbano movido a gás natural (Gás Metano Veicular – GMV).
Seu motor M-366 LAG, com 231 cv e gerenciamento eletrônico, incorpora uma tecnologia inédita no mercado e proporciona a mesma durabilidade e rentabilidade dos motores a diesel, além de atender plenamente à norma de emissões Conama 315/02.
Este veículo foi projetado para receber encarroçamentos de até 12 metros de comprimento, com duas ou três portas, e conta com a resistência e robustez características dos produtos Mercedes-Benz, a marca que mais entende de transporte de passageiros.

  • Modelo: Mercedes-Benz M-366 LAG – Conama 315/02
  • Tipo: 6 cilindros verticais em linha, com turbocooler
  • Potência máxima, conforme NBR ISO 1585: 170 kW (231cv) a 2600 rpm
  • Torque máximo, conforme NBR ISO 1585: 720 Nm (73 mkgf) a 1560 rpm
  • Cilindrada total: 5.958 cm³
  • Consumo específico: 190 g/kWh (140 g/cvh) a 1370 rpm
  • Filtro de óleo – tipo: filtragem total, com elemento de papel
  • Filtro de ar – tipo: seco, com elemento de papel
  • Sistema de arrefecimento: por circulação de água, com termostato

 Sistema de ignição 

  • Modelo: Misturador de gás (Woodward)
  • Tipo: Gerenciamento eletrônico do motor (Woodward)

 Compressor 

  • Acionamento: por correias
  • Fluxo de trabalho: 310 l/min a 10 bar com 3000 rpm

  • Modelo: ZF S 6-1550/6,98
  • Acionamento: por meio de alavanca
  • Marchas sincronizadas: 6
  • Relação de transmissão: i=6,98 / 4,06 / 2,74 / 1,89 / 1,31 / 1,00 / marcha a ré: 6,43

  • Modelo: GMF 380
  • Tipo: monodisco – seco
  • Acionamento: hidropneumático

  • Modelo: ZF 8097 Servocom
  • Tipo: hidráulica
  • Relação de redução: i(máx)=20,6:1

 Tensão nominal 

  • Capaciade: 24 V

 Alternador 

  • Capaciade: 28 V / 80 A

 Bateria 

  • Capaciade/tensão: 135 Ah / 2 x 12 V

 Eixo Dianteiro 

  • Modelo: MB VL4/37 DL-7,1
  • Tipo: punho

 Eixo Traseiro 

  • Modelo: MB HH4/07 DL-10
  • Tipo: carcaça central com tubos de aço imprensados
  • Redução: i=5,857 (41:7)

 Suspensão Dianteira 

  • Tipo: pneumática, com 2 bolsões de ar, batentes auxiliares internos e 1 válvula reguladora de altura
  • Amortecedores: 4, telescópicos de dupla ação
  • Barra estabilizadora: sim

 Suspensão Traseira 

  • Tipo: pneumática, com 2 bolsões de ar, batentes auxiliares internos e externos e 2 válvulas reguladoras de altura
  • Amortecedores: 2, telescópicos de dupla ação
  • Barra estabilizadora: não

  • Aros das rodas: 8,25 – 22,5
  • Pneumáticos: 295/80 R 22,5 (radiais, sem câmara)

  • Tipo: escada, rebitado
  • Material empregado: LNE 50 (ABNT NBR 6656)

 Freio de serviço 

  • Sistema: a ar comprimido de dois circuitos
  • Tipo: tambor nas rodas dianteiras e traseiras
  • Área de frenagem total: 5.437 cm²
  • Regulador automático de freio: sim

 Freio de estacionamento 

  • Tipo: câmara de mola acumuladora, acionada pneumaticamente, com atuação nas rodas traseiras

 Freio motor 

  • Tipo: borboleta no coletor de escapamento (convencional)
  • Acionamento: eletropneumático, com válvula no assoalho

 Em ordem de marcha, conforme NBR 6070 – Chassi de ônibus sem carroçaria 

  • Eixo dianteiro: 1677
  • Eixo traseiro: 4327
  • Total: 6004

 Pesos admissíveis / Valores indicados – Peso Bruto Total (PBT) 

  • Eixo dianteiro: 6500
  • Eixo traseiro: 11500
  • Total: 18000

 Pesos admissíveis / Valores autorizados – Peso Bruto Total (PBT) 

  • Eixo dianteiro: 6000
  • Eixo traseiro: 10000
  • Total: 16000

  • 6 cilindros de gás (GMV): cilindros de 170 m³
  • Óleo no cárter, máx./min.: 15/11
  • Caixa de mudanças: 13
  • Carcaça do diferencial (eixo traseiro): 10
  • Direção hidráulica: 3,5
  • Sistema de arrefecimento: 27

  • (A) Distância entre-eixos: 5950
  • (B) Comprimento total: 11557
  • (C) Balanço dianteiro: 2386
  • (D) Balanço traseiro: 3221
  • (E) Bitola – eixo dianteiro: 2092
  • (F) Bitola – eixo traseiro: 1842
  • (H) Largura: 2498
  • (I) Ângulo de entrada: 15°
  • (J) Ângulo de saída: 10°
  • (K) Vão livre dianteiro: 194
  • (L) Vão livre traseiro: 193
  • (M) Círculo de viragem do veículo, mØ: 22,9
  • Altura: 1880

  • Caixa de mudanças: ZF S 6-1550/6,98
  • Eixo traseiro: MB HH4/0,7 DL-10
  • Redução: i=5,857 (41:7)
  • Pneus: 295/80R 22,5
  • Velocidade máxima (km/h): 85
  • Capacidade máxima de subida com 16.000kg (%) (veículo em movimento): 37

  • Sistema de rebaixamento lateral de suspensão (ECAS).

  • Motor M-366 LAG com Gerenciamento Eletrônico do Motor (Woodward) – O controle da mistura ar/combustível é atribuído a um sistema eletrônico inteligente que proporciona uma melhor combustão, maiores potência e torque, menor consumo de combustível e maior durabilidade, além de estar compatível com o meio ambiente e ser ideal para a conservação e a qualidade de vida das cidades.
  • Chassi – Com longarinas construídas com perfil em U (material LNE 50) e travessas de fixação, combinando robustez, resistência à torção e à flexão, facilitando a montagem das carroçarias graças ao dimensionamento adequado em relação à sua capacidade de carga e à montagem das asas para apoio e fixação das carroçarias.
  • Sistema de Freios – Possui exclusivo secador de ar que elimina a corrosão em conexões, reservatórios e válvulas, diminuindo os custos de manutenção.
  • Painel de Instrumentos – Todos os veículos são equipados com tacógrafo, odômetro, relógio, conta-giros e indicadores de temperatura do líquido de arrefecimento, da pressão do óleo do motor, da pressão pneumática do sistema de freios e do nível do tanque de combustível.
  • Luzes de Aviso – Controle de carga da bateria, luz alta dos faróis principais, luzes indicadoras de direção, de baixa pressão do óleo do motor, de alta temperatura do líquido de arrefecimento, de freio de estacionamento acionado, de saturação do filtro de ar, de baixa pressão do sistema pneumático e de controle da correia de acionamento do ventilador.
  • Suspensão Pneumática – Com maior conforto e confiabilidade aos passageiros e motoristas.
  • Freio Pneumático – Com layout otimizado, houve o agrupamento das válvulas na APU (regulador de pressão + válvula de 4 vias + secador de ar) que, além de propiciar o aumento da durabilidade do sistema, permitiu, com a introdução do secador de ar, a eliminação de problemas de corrosão no sistema. Ao dotar o sistema de tubulação com engate rápido (VOSS), de latão, eliminam-se os problemas de corrosão e os riscos de vazamentos, facilitando a montagem de componentes.
  • Central Elétrica Fuse Box – Permite ao encarroçador/cliente acrescentar seus componentes, uma vez que o sistema é modular, possui tamanho reduzido e é de fácil aquisição no mercado; os fusíveis são do tipo “lâmina”, os mesmos utilizados em automóveis, fáceis de instalar e coloridos, facilitando sua identificação.

Função desabilitada

Menu